quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Um rio na sua vida


Olhando o rio, vi como foi doce minha infância.
Tomar banho de rio.
Que alegria se refrescar na água turva,
brincar de ser sereia.
Ser simplesmente criança.

Hoje quero ser como o rio
deixar as águas levarem de mim
todo sofrimento, toda dor,
e deixar somente a suntuosidade
para que alguém possa me apreciar.

Permanecer sereno,
permitir que a vida passe por mim
como uma brisa leve,
ou uma ave num vôo rasteiro a
beber meu precioso líquido.

Quero ser rio na sua vida
ser seu leito onde possa se refestelar.
Encher seus olhos com minha beleza
Saciar sua sede de paixão.
Eternizar minha passagem
numa corrente de amor.

0 comentários:

Seguidores